quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Percebi hoje que o meu relógio do carro está errado. Além de se recusar a aceitar o horário de verão ele insiste em colocar as horas ao contrário. Meio dia ele grita 23:00h, meia noite decalara 11:00h. Percebi que tenho um relógio do contra. E o que mais me assustou não foi esse fato. Foi a reação que tive quando me perguntaram "Quer que arrume pra você?" "NAO!" respondi de súbito. A verdade é que já estou tão acostumada a olhar, converter mentalmente e aumentar uma hora aqueles números que pra mim isso meio que fazia parte do meu primeiro carrinho. Sorri.

Todos os dias que olho praqueles números mal colocados fico subjetivando a vida. Abstraindo de uma realidade tão medíocre, uma verdade tão profunda: Quantas vezes fiz vista grossa as coisas erradas da minha vida e as deixei permanecer por comodidade? Quantas vezes escolhia o caminho mais cumprido e difícil simplesmente pra não ter que concertar o que estava errado? E o pior: Quantas vezes aceitei com naturalidade que meus erros faziam parte de quem eu era?

 A verdade é que sentia medo de mudar. Medo de que não me sentisse confortável no mesmo casco sabendo que as coisas estavam no lugar. Alguns minutos depois, a mesma pessoa que me ofereceu para arrumar me disse impaciente: COMO VOCÊ AGUENTA? Que agonia desse relógio errado. Olhei praqueles números errados e pensei: Obrigada Senhor, por ter comigo a paciencia que tenho com os números. Sei que eles estão errados, sei que não vão mudar sozinhos, sei que dependem da minha ação para que isso aconteça. Mas os amo mesmo assim. Amo porque eles fazem parte de um presente tão especial pra mim: As horas erradas, o barulho do motor, o amassadinho na traseira. É chocante perceber que os defeitos podem ser exatamente o que faz daquilo algo especial. Sempre adio a arrumação de todos esses defeitos: Amanhã mudo. Depois arrumo. Mas o mais legal é saber que Deus analisa detalhadamente nossas vidas antes de concertar nossos defeitos. As vezes Ele passa anos trabalhando em um e vai deixando os outros enquanto isso. Mas diferente de mim, Deus não procrastina. Ele é exato em tudo que faz. E escrevo isso hoje pra dizer com a maior alegria da minha vida que num intervalo de graça inefável, Deus concertou meu relógio. Deus desamassou meu amassado, consertou o meu motor. E com a sensação do semi novo, me sinto hoje pronta pra descobrir os próximos defeitos onde Ele vai trabalhar. Porque por mais que eu olhe pro meu relógio e ele continue atrasado, Deus olha pra mim e com uma misericórdia sem fim percebe que sou impotente diante de meus erros, percebe que sem Ele, eu nada posso fazer. E a melhor parte: Ele me ama mesmo assim, e por esse amor imensurável, Ele se levante e age na minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário