quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Carpe Diem

Adicionar legenda





É incrível como a vida sempre insiste em nos surpreender. Às vezes surpresas boas que nos fazem pular e cantar e querer dormir só para chegar outro dia. Outras, tão ruins que nos fazem "perder o chão", tiram de nós a sensação de estar no controle. O fato, é que estamos vivos e isso já basta para que a vida nos apronte umas. 
Nós somos criados para sermos fortes. Enquanto crianças, nossos pais estão lá para segurar e amparar e a criação tem sempre em foco preparar o filho para enfrentar o mundo. Mas nós nunca estaremos realmente preparados, não é?
Mais cedo ou mais tarde, todos nós tivemos que aprender a lidar com a dor da decepção, da perda, da solidão.Um telefonema, um resultado de exame ou um descuido; Pequenas coisas que no momento errado, com a resposta errada, são mais do que suficiente para tirar o ar, o chão e a alegria de pessoas "fortes" que automaticamente procuram alguém para culpar. Deus? Eu mesmo? E nesse momento, a dor é tão grande que parece não ter fim. A dor da culpa, a dor de não ter uma resposta ou simplesmente, a dor de ter a resposta indesejada.
Mas, posso te contar um segredo? Ela vai passar. Por mais que no momento pareça que o mundo vai acabar, ou que a dor vai acabar com você, ela vai passar. E mais do que passar, ela vai te fortalecer.
Como diz uma frase que eu particularmente gosto muito: "Se a vida te mostrou mais um caminho, nem você sabe onde quer chegar." São essas quedas, que nos ajudam a amadurecer, fortalecer e ver a vida com outros olhos. Só quem perdeu sabe a dor, mas só os que se levantaram adquiriram experiência e "novos olhos" para seguir em frente.
É realmente como se fôssemos os protagonistas de nosso próprio livro em que um capitulo é continuação do outro e todos eles são indispensáveis para o resultado final. Logo abaixo da foto, está escrito "Adicionar legenda" e eu não deixei isso por descuido, não! É porque cabe a você decidir a legenda. Cabe a você dar  nome ao seu livro e cabe a você dar a ele um final.
Que a vida vai te dar outros golpes vai, mas é porque, ela - juntamente com seus pais - vai te ensinar que apesar das quedas, você é forte e o que você vive é muito mais do que isso.
Encerro aqui com uma frase que li durante a semana que me deixou profundamente intrigada: 

"Apesar de tudo, ainda acredito que as pessoas são boas em seu coração." Anne Frank - O diário de Anne Frank



Em memória de Cecília Cury. (L)


                                                        

2 comentários:

  1. Disse tudo, Ana! Amei!*-*

    "É realmente como se fôssemos os protagonistas de nosso próprio livro em que um capitulo é continuação do outro e todos eles são indispensáveis para o resultado final."

    ;**

    ResponderExcluir
  2. ai meu Deus Naclara! vc escreve tão bem! acho q escreveria bem antes, mas aposto que sentir na pele a fez encontrar palavras certas! cara, acho q vc nasceu pra isso!
    te amo minha joia!

    ResponderExcluir